OS 5 INGREDIENTES MÁGICOS DA VOZ!

VELOCIDADE, RITMO, TOM, MELODIA E VOLUME.

Para que tenha uma boa locução, precisa conjugar, além da voz estes cinco ingredientes. Entre outras coisas, e prática. Muita prática clara! Mas vamo-nos focar para já nesta “receita” 😊 

A expressividade da fala é de extrema importância para quem quer enveredar por este mundo das locuções e dobragem. E já agora saber português, também ajuda, e muito! Especialmente quando o pronunciamos bem. E saber outras línguas também. Um pouco disto e daquilo ajuda-nos no nosso dia a dia, e, portanto, quanto mais soubermos melhor. Não pretendo que seja um sabichão, apenas que tenha uma mente aberta e aguce a sua curiosidade sempre. 

Atualmente qualquer pessoa que por exemplo, goste de comunicar, consegue facilmente fazer um podcast, e qualquer outra em qualquer parte do mundo pode ouvir aquele “ensinamento” (porque todos temos algo para ensinar) em qualquer parte do mundo. 

Muitas vezes as pessoas ouvem um podcast nem tanto pelo conteúdo, mas para aprenderam a língua portuguesa, ou saberem mais sobre um assunto do seu interesse. Mas é extremamente dececionante quando ouvimos o locutor, já para não entrar em detalhes como a própria voz, com uma péssima dicção, velocidade a mil, ou pelo contrário monótono que nos põe a dormir, um tom nada adequado ao contexto, e a melodia? Essa então é de fugir…. 

Falo aqui na locução de podcast, mas poderia falar noutros estilos de locução. Tenho ouvido locutores muito maus! Até me fazem “doer” os ouvidos. 

É preciso por vezes aprender, e até reciclar o que aprendemos.  Porque não se nasce ensinado, e cada vez mais tudo está em mudança. É alucinante as mudanças dentro da nossa área nos tempos que correm. 

Claro há sempre exceções. Há quem nasça com o dom natural. Com talento. Mas a maior parte das pessoas que oiço…ui! Fora de questão! 

Mas quem quer, chega lá! 

Já tivemos casos de pessoas que chegaram às nossas formações, completamente “a zeros”, e agora são grandes profissionais. Aprenderam, praticaram, e focaram-se no objetivo que tinham! Outras há que até têm o tal dom natural, mas falta o resto! É que é preciso estarmos sempre a praticar todos os dias o que aprendemos. E o segredo é que a sorte dá muito trabalho! 

Com estas coisas da voz e da locução, como eu costumo dizer nas minhas aulas; 

 – Nós somos atletas de alta competição, e por isso o treino é diário. 

Se aquela pessoa chega ou não, á meta a que se propôs, depende dela não de nós. 

Como dizem as pessoas com mais experiência de vida, nós damos a cana e ensinamos a pescar. O resultado da pesca, depende da paciência, do treino, da entrega e do foco de cada um daqueles que formamos. 

Prática. Muita prática! Acima de tudo. O desafio é constante!  E não pensem porque tal como eu já se tem anos disto, que não temos de continuar a aprender e a praticar. TEMOS! 

Conto-vos aqui duas “códerlhices”, como se diz na minha terra.  

Houve um locutor bastante conhecido da nossa praça, que um dia me contactou, a propósito de um post que fiz sobre formação numa rede social, e  em jeito de desafio ou gozo (nunca cheguei a entender o propósito) perguntou-me se achava que com a idade dele e com a experiência profissional dele ainda tinha de aprender alguma coisa. Ao que respondi que estamos sempre a aprender, depende do que queremos melhorar em nós nas nossas funções como locutor. Claro que o riso do outro lado deu azo a uma enorme gargalhada, e por ali ficou a conversa. 

Outro locutor, que ainda está no ativo numa grande rádio em Portugal, recentemente fez uma alteração à sua estrutura dentária, o que faz com que a sua locução aos meus ouvidos, saia “com favas na boca”. Que é como quem diz, agora que se alterou uma estrutura, terá de arranjar espaço dentro da boca para “locutar” como o faria anteriormente, e sem “ruídos”.  Se este locutor está atento a isto. Não. Não está. Senão já se teria preparado antes de fazer a tal alteração, para que assim que a fizesse, consultaria um terapeuta da fala. Em duas consulta resolvia a questão. 

Por vezes o nosso brio profissional também passa por estas e outras questões. 

Por isso preparem-se, porque se têm um sonho, é porque existe um caminho. 

 

E já agora, deixem-me lançar o isco e vejam aqui as nossas próximas formações. 


Boas Locuções!

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários
Don`t copy text!
0
    0
    Cesto
    O Cesto está VazioVoltar à Loja