Há imensas perguntas no ar, uma delas e muito recorrente quando me abordam é a seguinte.

Acha que devo começar o meu próprio Podcast?

A minha resposta é sempre:

–  Porque não? (dizem que é falta de educação responder com outra pergunta, mas que me perdoem pois existe um propósito) .

Existem muitas pessoas hoje em dia, e tem-se observado um aumento gradual a nível mundial, principalmente desde p final de 2017 e princípio de 2018, que têm um podcast. E qualquer pessoa que ama de paixão aquilo que faz, ou ama algo do seu centro de interesses, sabe magicamente falar do seu assunto. E depois há aqueles adoram ouvir podcasts!

Parece-lhe a combinação perfeita? A mim também!

Então do que é que está á espera?

Pode planificar. Aliás tudo começa por aí. Planificação.

Mas primeiro terá de escolher o tema. Aqui ficam algumas ideias;

– Entrevistar alguém de áreas que goste, religião, música, desenvolvimento pessoal, arte, moda, Livros, Viagens, Desporto etc… esta lista é imensa.

Mudar a vida de alguém através de um simples podcast é mais fácil do que imagina. Por isso seja criativo!

Defina muito bem os objetivos. Aonde quer chegar? A quem? Dentro de quanto tempo? Com que meios? Com que conteúdos? Com que estratégia? Quanto tempo terá o meu podcast? Preciso de formação? Que tipo [s] de formação? Vou ter tempo? Como calendarizar o meu tempo para trabalhar no meu podcast?

No entanto existem outras perguntas que se deve fazer não menos importantes;

tenho os meios para produzir o meu podcast? Posso avançar?  Onde as pessoas me vão encontrar? Onde encontram o meu podcast? Como me dou a conhecer, e como dou a conhecer o meu podcast?

Um conselho final: Aceite os fracassos como parte do processo. E não desista! Continue sempre a seguir a sua paixão, e a falar dela em podcast. Tijolo a tijolo se faz uma casa. Neste caso, episódio a episódio se faz um podcast.

A propósito…já ouviu o 5 º andar? Pode ouvir aqui.

 

Teresa Silva

Don`t copy text!